1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (138.748 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Vai fazer o ENEM? Entenda o uso do hífen!

Que o nosso idioma não é fácil, todo mundo já sabe. A Língua Portuguesa é complexa, com muitas regras e com o Novo Acordo Ortográfico há quem diga que ela confundiu um pouco a cabeça dos que já dominavam o idioma, principalmente quando se trata do uso do hífen.

Novo acordo ortográfico

Novo acordo otográfico. Imagem:divulgação

Podemos dizer que o hífen é um dos maiores problemas quando se trata de erros gramaticais. Existem muitas dúvidas a respeito do uso ou do não uso desse sinal, principalmente depois da imposição do novo acordo ortográfico.

Para quem tem dificuldades em memorizar regras, o ideal é que as mudanças sejam compreendidas e gravadas na memória: para isso, é preciso colocá-las em prática.

Quando usar Hífen

O primeiro caso do uso do hífen é diante de palavras com H. Exemplos:

  • super-homem
  • anti-higiênico
  • mini-hotel

Outro caso é quando o prefixo termina com a mesma letra que a próxima palavra é iniciada. Exemplos:

  • anti-inflamatório
  • micro-ondas

Outro caso de uso do hífen é após os seguintes prefixos: ex, sem, além, pré, recém

  • pós
  • pro
  • vice

Exemplos:

  • Ex-aluno
  • Sem-terra
  • Além-mar
  • Pré-vestibular
  • Recém-nascido
  • Pós-graduação
  • Pró-escolha
  • Vice-prefeito

Outro caso de uso do hífen é quando a palavra mal vem seguida de uma vogal, ou da letra H ou da letra L. Exemplos:

  • mal-humorado
  • mal-entendido
  • mal-limpo

O último caso é sobre o não uso do hífen, quando temos um prefixo terminado por uma voga e em seguida temos uma palavra iniciada com a letra R ou S, nesse caso a consoante deverá ser dobrada:

  • minissaia
  • ultrassom

Todas essas regras podem ser conferidas no vídeo da professora Débora Marasca. Acesse já e nunca mais fique em dúvida de quando utilizar o hífen.

banner dbora

Você também pode se inscrever no canal e receber outras dicas em primeira mão. Inscreva-se no canal e receba as melhores dicas sobre Redação e Gramática.

Mais regras sobre o hífen

O novo acordo ortográfico também possui outras regras sobre o uso do hífen, além das regras indicadas acima. Confira:

Se o prefixo terminar em consoante, sempre haverá hífen. Nesse caso, a segunda palavra não se une de forma alguma. Exemplos:

  • sub-reino
  • ab-rogar
  • sob-roda

O uso do hífen não se aplica após os prefixos “CO-, RE-, PRE” (SEM ACENTO).

  • coordenar, coordenador, coordenação
  • reedição
  • preestabelecer
  • refazer
  • preexistir
  • reescrever
  • prever
  • coobrigar
  • relembrar
  • reutilização
  • cooperativa
  • reelaborar

banner728x90_apostilaenem1


Uma dica para memorizar essas regras, é conhecer e usar pelo menos uma palavra de cada prefixo. Quando bater a dúvida sobre uma palavra, compare-a com a palavra que você já sabe e escreva-a duas vezes: em uma você usa o hífen, na outra não. Confie em sua memória! Uma delas vai te parecer mais familiar.

Regra geral hífen 

Letras iguais, separa com hífen (-).

Letras diferentes, junta.

O “H” não tem personalidade. Separa (-).

O “R” e o “S”, quando estão perto das vogais, são dobrados. Mas não se juntam com consoantes.

Professora Débora Marasca 

Formada em Letras com Português/Inglês, Débora Marasca é professora de Língua Portuguesa para alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio e uma apaixonada pela escrita.

Ao ver as dificuldades de muitos dos seus alunos das séries concluintes – que iriam enfrentar provas como Enem, Vestibulares e Seleção para Escolas Técnicas – perante as Redações, resolveu aplicar um método rápido de aprendizado para a aprovação na Redação do Enem. Com muitos resultados positivos, decidiu então compartilhar a apostila “Redação Total Enem” para ajudar o maior número possível de alunos.

redação total enem

Professora Débora Marasca.

O método Redação Total Enem é um guia surpreendentemente simples e eficaz, que mostra ao aluno o passo a passo para escrever uma redação para o Enem, com todos os conteúdos que os corretores desejam encontrar. Funciona mesmo para quem tem dificuldades na hora de escrever uma redação ou se não souber nada sobre o tema.

O método é todo baseado nos critérios de avaliação do Enem para você garantir uma redação acima da média e ser aprovado na Universidade Federal. Esqueça métodos que não fazem a diferença, este é o método ideal para você, sem enrolação, tudo direto ao ponto e passo a passo!

Mais informações acesse a página oficial do curso.

Recomendados para você:

[Grátis]
[Grátis]