1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

7 erros de português que podem acabar com você

A Língua Portuguesa possui muitas regras e em vários casos pode levar você a cometer algumas gafes. Isso não é nenhum bicho de sete cabeças, pode acontecer com qualquer um, no entanto, pode lhe prejudicar em uma prova, seja na escola ou para o vestibular. Além disso, erros de português são inaceitáveis em discursos ou até mesmo em panfletos.

No dia a dia cometer alguns erros se torna mais aceitável, ainda assim você deve sempre estar alerta e tentar escrever o mais certo possível. A seguir, veja 7 erros que você pode estar cometendo.

Saiba mais informações, acesse: 13 Possíveis temas redação ENEM.

1 – Onde ou aonde?

Muitas vezes você pode estar usando o pronome “onde” na frase errada. O intuito desse pronome é expressar a noção de lugar, mas muitas pessoas usam em um contexto errado. Quando não há indicação de lugar, procure por outras palavras.

redação enem

Onde ou aonde?

2 – Mesmo como pronome pessoal

A palavra “mesmo” pode ser usada de infinitas formas, no entanto o erro que muitos cometem é usá-la como um pronome pessoal, quando pode ser usada somente como um pronome demonstrativo, adjetivo ou substantivo.

Portanto, quando for se referir a alguém, ao invés de substituir uma determinada palavra com “mesmo”, tente substituir com “ele/ela”.

3 – O uso do “mim”

Com certeza você já falou “mim” inúmeras vezes, assim como eu e várias outras pessoas. Acontece que falar “mim” é completamente errado, pois ele não pode ser o sujeito da oração. Estamos acostumados a falar, por exemplo, “ele disse isso para mim”, no entanto, o correto seria “ele disse isso para eu”.

É totalmente estranho para quem não está acostumado, mas é o correto.

 O uso do “mim”

O uso do “mim”

 

4 – Os quatro porquês

No português há quatro tipos de porquês, e cada um deve ser usado em uma situação. Pode parecer fácil, mas ainda há muitas pessoas que não sabem qual usar em determinada frase. O “por que” separada e sem acento é usado somente em perguntas, ou seja, sempre que você for perguntar algo, é esse “por que” que deve usar.

Já o “porque” junto e sem acento pode ser usado no meio da resposta, como, por exemplo: “Eu não fui à escola hoje porque estava com dor de cabeça…”. Já o “por quê” separado e com acento pode ser usado quando estiver no final da pergunta ou sozinho.


5 – Verbo adequar

O verbo adequar é usado para muitas coisas, mas é comum vermos muitas pessoas flexionando e usando “adéqua”. Essa flexão é totalmente errada, pois não é aceita por nossa gramática. Você deve sempre buscar usar outro termo, como “não é adequado”.

6 – Variações do verbo lembrar

O verbo “lembrar” possui algumas variações que podem te confundir. Quando o intuito for usar o verbo no sentido de algo que deve vir à sua memória, é ideal usar a preposição “de”, exemplo: “lembrar-se de” ou “lembre-me de”.

Não há necessidade de usar a preposição quando ele é usado no sentido de ser parecido com algo.

Saiba mais informações, acesse: Quais os cuidados você de ter para não ZERAR a redação do Enem.

enem

Variações do verbo lembrar

7 – Concordância verbal

A concordância verbal é fundamental para que sua frase ou texto esteja coerente. O verbo sempre concorda com o sujeito, ou seja, se o sujeito está no singular ou plural, o verbo também deve estar.

ENEM

Como o ENEM exige que você faça uma redação com concordância e seguindo as regras da língua portuguesa, é fundamental estudar bem e estar ciente desses erros comuns para não fazer feio e conseguir uma boa nota.

Recomendados para você:

[Grátis]
[Grátis]